Navigation

Prefeito Hildo do Candango implanta novo sistema de abastecimento de água em Águas Lindas


Cerca de R$ 200 milhões estão sendo aplicados para mudar a forma de captação, tratamento e distribuição de água para a população do município. O abastecimento será feito através Barragem do Descoberto e depositada em reservatórios que estão em fase de conclusão. Foto: Google Imagens Foto: Google Imagens Um grande feito está prestes a ser realizado pelo prefeito de Águas Lindas de Goiás Hildo do Candango. A cidade que tem como forma de distribuição de água potável por poços artesianos, graças ao esforço do prefeito, recebe a ampliação do sistema de abastecimento com a construção de quatro estações elevatórias, uma Estação de Tratamento de Água (ETA), 6,3 quilômetros de adutoras, 14 reservatórios, 3,7 quilômetros de rede de distribuição e 9.865 ligações que serão de suma importância para melhorar a qualidade de vida da comunidade. O município não contava com saneamento básico e usa água de poço. Estudo mostra que, em 20 anos, o crescimento da população da cidade não iria suportar a demanda por meio dos poços. A prefeitura, juntamente com o Consórcio Saneago/Caesb aplicam mais de R$ 190 milhões que serão utilizados tanto no sistema de esgoto como no abastecimento de água. Depois de efetuar o rebaixamento de toda rede de distribuição de água os trabalhos continuam com a realização de troca da tubulação que não atendiam aos padrões técnicos exigidos; obras do sistema de esgotos – Implantação das redes coletoras de esgotos, emissário, estações elevatórias, linhas de recalque e Sistema de Tratamento de Esgotos. No setor Coimbra o reservatório tem capacidade para 20 milhões de metros cúbicos de água e deve aumentar a capacidade de tratamento e fornecimento do produto à população da região. O prefeito Hildo do Candango acompanha as obras de perto para constatar o andamento dos trabalhos, para que sejam cumpridos os prazos conforme o projeto inicial. “Desde o início estamos empenhados para resolver os problemas no abastecimento de água no município. E junto com o consórcio, temos buscado sanar de vez essas demandas”, disse Hildo. Segundo os envolvidos nos projetos, todas estas metas serão obtidas com intervenções divididas no Setor de Esgotamento Sanitário, que constituem na construção de redes coletoras, estações elevatórias, interceptores, emissários e estacões de tratamento, e Setor de Abastecimento de Água, que desenvolverá a captação e adução de água à estações de tratamento.
Share
Banner
Next
This is the most recent post.
Previous
Postagem mais antiga

David Rodrigues

Post A Comment:

0 comments: